Plataformas

PenhaS

A plataforma traz informações e mapas com pontos de apoio à vítima. Além de ter um chat para que as mulheres possam conversar com outras mulheres, e também, ao criar uma rede de proteção, é possível gravar uma agressão e ligar direto para a polícia.

WEBSITE

TAMBÉM DISPONÍVEL EM

Mapa do Acolhimento

A plataforma traz informações e mapas com pontos de apoio à vítima. Além de ter um chat para que as mulheres possam conversar com outras mulheres, e também, ao criar uma rede de proteção, é possível gravar uma agressão e ligar direto para a polícia.

Relógio da Violência

Plataforma lançada pelo Instituto Maria da Penha que faz uma contagem do número de mulheres que sofrem qualquer tipo de violência, física ou moral. Além de registrar os casos de violência, a ação busca conscientizar a população para o ciclo da violência doméstica.

Mapa da Violência de Gênero

Em formato interativo, a plataforma disponibiliza séries históricas das duas maiores bases de dados sobre violência do país – a do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/DATASUS), de 1996 a 2016*, e a do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), de 2014 a 2017. As múltiplas possibilidades de pesquisa a partir desse enorme volume de dados são acompanhadas por textos e visualizações sobre cada uma das 27 Unidades Federativas. Além das buscas comparativas para homens e mulheres, fundamentais para a compreensão das diferenças da violência quando aplicada a perspectiva de gênero, também é inédita a reunião do conjunto de variáveis apresentadas, como faixa etária, local da morte e meio empregado.

Conexões que Salvam

A parceria entre a Think Olha e o Facebook tem como objetivo criar uma internet segura para mulheres. O projeto é uma plataforma que reúne informações sobre segurança online e dicas de como agir frente a uma violência online, para que as mulheres saibam dos direitos que possuem na internet e, assim, criar um ambiente digital mais seguro e acolhedor.