Aplicativos

Juntas

O aplicativo Juntas (desenvolvido para os sistemas Android e iOS) cria uma rede de proteção para mulheres, que pode ser acionada em situações de perigo. Além disso, também disponibiliza um conjunto de estudos, pesquisas e informações sobre o tema.

DISPONÍVEL EM

S.O.S. Mulher

Desenvolvimento pela Polícia Militar de São Paulo, o aplicativo permite que as pessoas abrangidas por medida protetiva concedida pela Justiça acionem o serviço de emergência 190, quando sentirem que estão correndo risco.

DISPONÍVEL EM

Mete a Colher

O app conecta diretamente mulheres que precisam de ajuda com outras que podem oferecer apoio de forma voluntária. Nele, é possível contar com três categorias de pedidos de ajuda: apoio emocional, orientação jurídica e inserção no mercado de trabalho. Neste último caso, a ideia é auxiliar mulheres na procura de um emprego para largar a dependência financeira do parceiro.

DISPONÍVEL EM

Me Respeita!

“Mais do que um aplicativo, queremos ser um auxílio no combate à violência contra a mulher”. É isso o que informa a biografia do app, que pode ser usada por uma usuária que queira relatar um assédio e/ou cadastrar um contato de emergência por precaução. Para se cadastrar, é preciso colocar um nome e um contato de emergência, que será sempre ativado no caso de necessidade – e se acionado pela usuária, é claro. O aplicativo está disponível para Android.

DISPONÍVEL EM

Bem Querer Mulher

O aplicativo é uma ferramenta que facilita o atendimento a vítima de violência doméstica e de gênero, através dos recursos: busca de serviços de apoio à mulher vítima, por tipo de serviço e região (versão beta São Paulo), busca de agentes Bem Querer Mulher capacitadas; Informações sobre os tipos de violência contra mulher e um botão Disque 180.

DISPONÍVEL EM

Salve Maria (Piauí)

Nesse aplicativo, é possível fazer denúncias de forma anônima. Todas as mensagens são enviadas por meio de um canal seguro, e recebidas por um servidor público que dará seguimento à denúncia. O aplicativo é do governo do Estado do Piauí e já foi conhecido internacionalmente.

DISPONÍVEL EM

Salve Maria (Uberlândia)

Homônimo ao aplicativo do Piauí, esta plataforma viabiliza o envio de denúncias de violência contra a mulher. Além disso, conta com o botão do pânico, que envia sua localização para as autoridades em caso de violência contra a mulher.

DISPONÍVEL EM

Apoio a Vítima

Desenvolvido por uma ONG portuguesa, a Mulher Século XXI - Associação de Desenvolvimento e Apoio às Mulheres, o aplicativo oferece um questionário para que as mulheres consigam identificar se estão sendo vítimas de algum tipo de violência. Ele também traz um manual sobre como agir nesses casos e endereços de centros de apoio — que, no entanto, ficam em Portugal.

DISPONÍVEL EM

Malalai

É um aplicativo que analisa a segurança da rota planejada pela usuária em seu deslocamento pela cidade. O sistema analisa cinco questões referentes ao caminho desejado: se as ruas são movimentadas; se há policiamento fixo nas proximidades; se existem edifícios com porteiros ou estabelecimentos comerciais abertos; se há trechos com má iluminação pública; ocorrências de assédios reportadas ao longo da rota sinalizada. As informações apresentadas no aplicativo são geradas de forma colaborativa pelas próprias usuárias da ferramenta.

DISPONÍVEL EM